Just another WordPress.com site

Caos no fim.

Não sentirei isto mais uma vez…

O tempo proporciona o caos e a desordem.
Meu sorriso ficara gasto, minhas roupas velhas, a pele enrugada.
Dos passos curtos e tropeços que já dei não voltarei a dar neste chão que me abrigou e alegrou por tantas ocasiões.

Aquele teu doce abraço e tua língua não tocaram mais minha pele, meus pelos não se arrepiaram mais. Meu cabelo não crescerá mais e não voltarei a tragar aquele meu velho cigarro.

Meus amigos não me visitaram mais e aquela cadeira ficará vazia, junto à mesa com aqueles nossos velhos sonhos. Minha memória vencerá por prazo e nada existirá.

O forte vento da praia que, costumava a levantar meus cabelos, varrerá outros mares e outras pessoas.
O sol iluminará outra vida e fascinará outro ser.
Essas palavras que parecem tristes e de despedida é apenas a doce verdade.

Talvez uma ingênua esperança de que no fim eu esteja errado ou que a folha volte a flutuar e que todos possam se encontrar por fim.
Que venha Big Crunch, que venha enquanto estou aqui… Voltar a fazer tudo àquilo que sempre amei voltar aos poucos segundos de que me orgulho e recordo. Dos instantes que me fizeram satisfeito por completo.

Advertisements

One response

  1. *-*

    aewwww voltou a postar :3

    August 19, 2012 at 9:38 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s