Just another WordPress.com site

Do alto da arvore

Sou poeta de dores que não são minhas.

De dores que não sei tratar.

Dores que já vivi e continuo a lamentar.

Poeta de poucas palavras

Com rimas que não sei cantar.

Uma coruja em cima da árvore vendo o mundo desabar.

Advertisements

One response

  1. Anônima

    E como eu faço para parar de pensar em você?

    May 30, 2011 at 4:22 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s